Blog

Mamãe Maravilha – O maior amor do mundo da mamãe Fran

Categoria: RAPHAELA MANZINI

Começamos esse projeto com muita expectativa, e nosso coração está cheio de gratidão por cada mamãe que conhecemos! Queremos mostrar todo o amor envolvido e toda a conexão que existe entre uma mãe e seu filho! Pois é isso o que queremos mostrar, é essa história que vem de dentro que queremos extrair. E a mamãe Fran e sua princesa Valentina demonstraram tudo isso da forma mais pura que existe! Passamos uma tarde deliciosa, foram muitas gargalhadas com covinhas, e a Valentina ficou tão cansada que dormiu a noite toda (palavras da mamãe Fran rs).

Agora, é só acompanhar essa história linda! 🙂

Meu nome é Francielle, e sou mamãe da pequena Valentina.

“Eu viveria tudo novamente, eu perderia todas as noites de sono, eu deixaria a vaidade pra depois, eu viveria com ela no meu colinho apenas pelo fato de tê-la assim, o tempo todo só pra mim, porque essa fase passa!”

 

 

Descobri minha gravidez no ano de 2016, quando descobri que estava grávida senti muita alegria mas também muito medo! Medo de não dar conta do recado, medo porque não estava me preparando para uma gravidez, medo de contar pro maridão rs, estava super insegura. Mas o plano de Deus é tão perfeito, mas tão perfeito que tudo foi acontecendo naturalmente, aos poucos a gente aprende, aprende a se doar mais, aprende a lidar com as frustrações e tudo mais. Claro que durante minha gravidez eu busquei aprender o máximo de coisas que pude, ficava lendo artigos sempre que possível, ouvindo conselhos de pessoas queridas. Porém, só após ir dar uma voltinha na “partolândia”, e ter aquele serzinho em meus braços, que eu pude enxergar tamanho trabalho!

Você realmente vira uma MULHER MARAVILHA, UMA MAMÃE MARAVILHA pra poder cuidar de um bebê que só quer você e confia em você cegamente.

A parte mais difícil quando a Valentina nasceu, foi aprender que aquele bebêzinho que não aguentava segurar o próprio pescoço precisava tanto de mim, e eu sem conseguir dormir direito, com meu seio mais duro do que o meu bumbum jamais será rs, sem se alimentar direito, cansada, sem tomar um banho sem ser na correria… ah foi dificil!

A maternidade é dificil, mas é tão recompensador! Hoje ela tem 1 ano e 5 meses, não mama mais no peito, já consigo que ela espere eu me arrumar, já se alimenta sozinha, anda, e quer saber? Eu viveria tudo novamente, eu perderia todas as noites de sono, eu deixaria a vaidade pra depois,eu viveria com ela no meu colinho apenas pelo fato de tê-la assim, o tempo todo só pra mim, porque essa fase passa!

Não que hoje as coisas sejam mil maravilhas, hoje são outras dificuldades, mas eu aprendi a me entregar totalmente, a cuidar dela e priorizar o estado dela já é algo comum na minha rotina, diferente de quando ela nasceu.

 

 

Meu maior apoio durante a gestação e hoje na criação da Valentina é meu marido, sempre deixei bem claro pra ele a maneira que eu desejava o parto, o puerpério, o desejo da amamentação, e ele tirou de letra! Foi minha base, meu psicólogo, meu amigo e super companheiro! Hoje nossa familia é super abençoada pela presença da nossa filha, sempre digo que ela é um pedacinho do céu na terra, quando olho pra ela eu realmente me sinto mais perto de Deus, ela é tão pura, parece um anjinho…

A Valentina é uma garotinha super esperta, a cada dia nos encanta mais com as suas descobertas, ela é a alegria do nosso lar, a cereja do bolo após 7 anos de namoro e 2 anos de casamento, ela veio pra me mostrar o que é a felicidade e regozijo, ela veio me ensinar o que é ser forte, a encarar a vida de peito aberto, a ser exemplo, mulher de fibra, ela me tornou uma mulher muito melhor em todas as áreas da minha vida e me ensina dia após dia o que é esse amor de mãe que a gente tanto ouve, mas só é capaz de entender quando se torna uma.

 

 

Amor de mãe é amor inexplicável! É um amor que dói, dói de alegria, dói de saber que criamos os filhos para o mundo. Ser mãe é sentir na alma o peso de uma vida, é se doar, você é o espelho que reflete luz para aquele ser humano, então, como não ser bom? Você deseja que seu filho seja uma pessoa do bem sempre, você espera que ele seja feliz, apenas isso. E você estará ali, seja para alimenta-lo, vêr seus primeiros passos, o primeiro dia na escola, a primeira noite fora de casa…. E no fim, a gente percebe que tudo é uma fase, que passa e a gente sente saudade de cada uma delas, a gente se da conta que somos nós é que precisamos tanto deles….

Hoje me permito viver intensamente, sem pensar nos erros que posso cometer, pois eu vivo por ela.

Ser mãe é algo Celestial!

 

Se identificou com a História da mamãe Fran? Então continue acompanhando as outras histórias no nosso Blog, comente o que achou e compartilhe com suas amigas! Ah, e fique por dentro do nosso projeto, que logo teremos vídeos emocionantes!

E se você também quer documentar os momentos da sua família, clique aqui e entre em contato comigo, vamos conversar um pouquinho. Vou amar conhecer a sua história também!

TAGS

Comente aqui!

Seu comentário é muito importante para nós. Separador

Olá, podemos conversar?

Vamos marcar uma conversa para que possamos apresentar ainda com mais detalhes o nosso trabalho, será um prazer!